Seriografia de Esôfago, Estômago e Duodeno

De R$ 0,00 por R$ 0,00




A seriografia usa raios-x para diagnosticar problemas no esôfago, estômago e duodeno (a primeira porção do intestino delgado). Pode mostrar obstruções, lesões elevadas, úlceras ou um problema no funcionamento do órgão. Durante o procedimento, é dado bário para o paciente beber - um líquido espesso e esbranquiçado semelhante a um milk-shake. O bário reveste as paredes do esôfago, estômago e duodeno, permitindo que estes órgãos apareçam mais claramente nas radiografias. O radiologista pode ver úlceras, deformidades, lesões elevadas, hérnias ou obstruções. Usando um aparelho chamado fluoroscópio, o radiologista pode também ser capaz de observar o funcionamento do aparelho digestivo a partir do progresso do bário através dos órgãos. Esta parte do procedimento mostra problemas na função muscular do esôfago, estômago e duodeno - por exemplo, se os movimentos peristálticos do esôfago de uma pessoa com dificuldades para engolir estão anormais. À medida que o bário chega ao intestino delgado, o radiologista pode estudar também este órgão (trânsito intestinal). O exame dura cerca de uma a duas horas. Não há desconforto. O bário pode causar constipação e deixar as fezes esbranquiçadas por alguns dias. Preparo O estômago e o intestino delgado devem estar vazios para que o exame seja preciso, por isto deve ser respeitado jejum a partir da meia-noite da véspera do exame. O médico radiologista poderá dar instruções complementares.


Envie-nos uma mensagem que entraremos em contato em breve.