Cirurgia de Catarata

A cirurgia da catarata através da moderna técnica da facoemulsificação permite a recuperação imediata da visão da grande maioria dos pacientes.

Catarata é a denominação dada a qualquer opacidade do cristalino. O cristalino é a lente natural que nós temos dentro do olho. É a maior causa de cegueira tratável nos países em desenvolvimento e seu único tratamento é cirúrgico.

No Brasil temos aproximadamente 1.5 milhões de cegos por catarata e são realizadas em torno de 350 mil cirurgias de catarata por ano. As queixas mais freqüentes dos pacientes com catarata são: diminuição da acuidade visual, sensação de visão “nublada ou enevoada”, sensibilidade maior à luz, alteração da visão de cores, mudança freqüente dos óculos. Ao indicar a cirurgia, serão necessários exames oftalmológicos complementares, essenciais no planejamento cirúrgico e pesquisa de doenças associadas.

A moderna cirurgia da catarata consiste na substituição do cristalino natural opacificado por uma lente intraocular artificial transparente que pode, inclusive, ter o grau necessário para corrigir o vício de refração (grau dos óculos ou lentes de contato) do paciente; através da técnica da facoemulsificação. Esta é uma técnica bastante segura, propicia menor número de complicações; a recuperação visual é quase imediata, além de permitir que a cirurgia seja indicada precocemente. Quanto mais cedo for feita a cirurgia, mais seguro e rápido será o procedimento e mais rápida a reabilitação visual.

Olho com a lente implantada


A facoemulsificação é a técnica através da qual, por uma microincisão de apenas 2,2 milímetros, o cristalino opacificado é fragmentado e então aspirado pelo facoemulsificador (aparelho que utiliza ondas de ultra-som).

A cirurgia dura em média 20 minutos, embora os preparativos exijam um tempo adicional.

Na grande maioria dos casos a cirurgia é realizada com anestesia tópica (gotas anestésicas). O paciente é internado sob o regime dayclinic (internação de curta permanência, com alta poucas horas após a cirurgia).

A cirurgia é indicada quando a qualidade de vida do paciente está comprometida, ou seja, quando existem limitações para a realização de atividades habituais.

Pesquisas recentes relacionam uma melhoria na qualidade de vida dos pacientes submetidos à cirurgia de catarata, pois correlacionam a reabilitação visual com a diminuição dos sintomas de depressão (“ Veja bem, viva melhor”), pois o paciente volta aos seus hábitos de leitura, andar na rua, ir ao cinema, fazer atividades manuais, ou seja, permite que o paciente faça com conforto tudo o que a falta de visão o privou de fazer. Após a cirurgia da catarata bem sucedida, a auto estima do paciente aumenta e ele brevemente volta às suas atividades sociais.

Interessado?

Envie-nos uma mensagem que entraremos em contato na brevidade.

Copyright © 2015 Clikofertas. Todos os direitos Reservados.